EDIÇÃO

 

TÍTULO DE ARTIGO


 

AUTOR


ÍNDICE TEMÁTICO 
  
 

voltar
voltar à lista de autores

Resumo
Se tomarmos o princípio da alteridade como constitutivo do corpo, podemos demonstrar que a teoria freudiana permite abordar tanto um "corpo da representação" como um "corpo do transbordamento": o impossível de ser representado.


Autor(es)
Maria Helena Fernandes
é psicanalista, doutora em psicanálise e psicopatologia pela Universidade de Paris VII, professora do Curso de Psicossomática do Instituto Sedes Sapientiae, autora de "L’hypocondrie du rêve et le silence des organes: une clinique psychanalitique du somatique" , Ed. Presses Universitaires du Septentrion, 1999.

voltar à lista de autores
 TEXTO

Entre a alteridade e a ausência:

o corpo em Freud e sua função na escuta do analista


Maria Helena Fernandes


topovoltar ao topovoltar à lista de autorestopo
 
 

     
Percurso é uma revista semestral de psicanálise, editada em São Paulo pelo Departamento de Psicanálise do Instituto Sedes Sapientiae desde 1988.
 
Sociedade Civil Percurso
Tel: (11) 3081-4851
assinepercurso@uol.com.br
© Copyright 2011
Todos os direitos reservados